Seguidores- Siga nosso Blog

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Animes e Mangás #5- Os Cavaleiros do Zodiáco


Fala galera, hoje estou aqui de volta para continuar essa série perfeita para os Nerds Otakus (que gostam de cultura japonesa). Bem, hoje vou falar sobre um ótimo anime que eu assistia muito na minha infância. Bem, vamos falar agora mais sobre esse anime. Cavaleiros dos Zodíacos é um anime que começou falando muito e sendo inspirado pela Mitologia Grega misturada com Astrologia ( diferente de Astronomia, Astrologia é coisa de constelação e signos, etc). Depois, a série acabou tendo diversas temporadas que foram sendo divididas em séries, como A Saga de Hades e a de Poseidon, Deuses da Mitologia Grega. Bem, depois a saga acabou misturando um pouco de cultura Nórdica, e também acabou até mesmo misturando cultura Egípcia. O anime se não me engano foi lançado na década de 80. Na série, os nomes dos heróis sempre começa por um nome meio estranho e depois vem o nome de uma constelação, como por exemplo Seyia de Pégasus, o personagem principal da série ( A Foto dele está ali em cima).
E, como sempre o herói mocinho tem que ter alguns amigos que ajudam ele nas aventuras e sempre salvam ele e depois o herói salva o mundo... é sempre assim. Os companheiros do Seyia são 3, todos os 4 juntos formam os Cavaleiros dos Zodíacos nome da série. Eles lutam por Atena ( sim a deusa da estratégia na mitologia Grega). Contra as forças do mal do Hades e seus Cavaleiros Negros. Achei bem interessante as classes na força do bem, tem Os Cavaleiros de Bronze, Os Cavaleiros de Prata e também, os cara mais forte da série, os Cavaleiros de Ouro. Bem, depois dessa introdução, vamos lá.




Enredo


O enredo se concentra em um órfão chamado Seiya, forçado a ir ao Santuário na Grécia para obter a Armadura de Bronze de Pégaso, uma veste usada pelos 88 guerreiros da deusa grega Atena, conhecidos como Cavaleiros. Após despertar o poder dos Cavaleiros, uma essência espiritual que se originou com o Big Bang, Seiya rapidamente se torna o Cavaleiro de Pégaso e volta ao Japão para encontrar sua irmã mais velha. Como a jovem havia desaparecido no mesmo dia em que Seiya foi para o Santuário, Saori Kido, a neta do homem que enviou todos os órfãos para treinar, faz um trato com ele e o pede que participe de um torneio chamado de Guerra Galática, onde os órfãos que sobreviveram e se tornaram Cavaleiros de Bronze devem lutar para ganhar a mais poderosa Armadura: a Armadura de Ouro de Sagitário. Se Seiya vencesse o torneio, Saori iniciaria uma busca por sua irmã.
O torneio é interrompido pelo vingativo Cavaleiro de Fênix, Ikki, que deseja eliminar qualquer traço que o ligue às pessoas que o forçaram a seguir seu treinamento. Ele rouba partes da Armadura de Sagitário e enfrenta os Cavaleiros de Bronze restantes, Seiya, Shun, Shiryu e Hyoga. Com a derrota de Ikki, os Cavaleiros de Bronze são atacados pelos Cavaleiros de Prata, enviados pelo Grande Mestre do Santuário para eliminá-los. Enquanto vencem as batalhas, os Cavaleiros de Bronze descobrem que Saori é a reencarnação de Atena e que o Grande Mestre tenou matá-la ainda bebê. O Cavaleiro de Ouro de Sagitário, Aiolios, salva Saori, mas é morto logo depois. Antes disso, entrega Saori ao seu avô adotivo. Decididos a apoiar Saori, os Cavaleiros partem para o Santuário para enfrentar o Grande Mestre, mas antes de sua chegada, Saori é gravemente ferida por uma flecha. Os Cavaleiros acreditam que o Grande Mestre pode curá-la e tentam encontrá-lo, mas são confrontados por diversos Cavaleiros de Ouro no caminho. Depois de diversas batalhas, Seiya chega ao templo do Grande Mestre e descobre que ele é o Cavaleiro de Ouro de Gêmeos, Saga, que matou o Grande Mestre em busca de poder. Com a ajuda do Cosmo de seus amigos, Seiya derrota Saga e usa o escudo da estátua de Atena para curar Saori. Logo depois, Saga comete suicídio como forma de se punir.
Na segunda saga do mangá, o deus dos mares Poseidon reencarna no corpo de Julian Solo com o objetivo de alagar a Terra. Saori vai até seu templo, onde Julian a aprisiona. Seiya, Hyoga, Shun e Shiryu vão até o templo e enfrentam os subordinados de Julian, os Marinas. Enquanto isso, Ikki descobre que o responsável por esta guerra é o irmão de Saga, Kanon de Gêmeos, que manipulou Julian. Durante a batalha final, o espírito de Poseidon desperta dentro de Julian e consegue derrotar seus oponentes. Salva pelos Cavaleiros, Saori guarda a alma de Poseidon em sua ânfora.
A última saga do mangá mostra a ascenção de Hades, deus do submundo e o maior inimigo de Atena, após se libertar de sua prisão. Ele revive os Cavaleiros de Ouro e o Grande Mestre Shion de Áries e os envia ao Santuário para matar Atena. Os Cavaleiros de Ouro que restam conseguem rechaçar o ataque, mas Saori comete suicídio. Ela faz isso para ter acesso ao submundo e enfrentar Hades com a ajuda de seus Cavaleiros. Shion revela que a intenção real dos Cavaleiros revividos era entregar a Saori sua própria Armadura, e a entrega para o grupo de Seiya antes de morrer novamente. No submundo, os Cavaleiros de Bronze enfrentam os Espectros de Hades. Na batalha final contra o deus da morte, os Cavaleiros adquirem as Armaduras Celestiais e juntamente com Saori, matam Hades. Porém, Seiya se sacrifica ao receber o ataque final de Hades e os Cavaleiros voltam para a Terra com seu corpo.

Mangá

O mangá original foi criado, escrito e ilustrado por Masami Kurumada na revista Weekly Shōnen Jump entre 1985 e 1990 e dividido em 28 volumes. A série tem três sagas principais: Santuário, Poseidon e Hades. O volume 13 também contem uma história independente chamadaNastassja da Terra do Gelo.

Anime


A adaptação para anime é baseada no mangá de mesmo título e segue o mesmo enredo. Produzido pela Toei Animation, teve sua estreia no Japão no canal TV Asahi em 11 de outubro de 1986 e durou até 1989. Foi dirigido por Kōzō Morishita (episódios 1–73) e Kazuhito Kikuchi (episódios 74–114). Os desenhistas da obra foram Shingo Araki e Michi Himeno, com trilha sonora composta por Seiji Yokoyama. Os escritores responsáveis por adaptar a história de Kurumada foram Takao Koyama e Yoshiyuki Suga. A série tem três sagas: Santuário (episódios 1–73),Asgard, exclusiva do anime (episódios 74–99) e Poseidon (episódios 100–114).
A série foi originalmente exibida em Portugal pela RTP entre 1992 e 1993, na sua versão original japonesa e sem genérico de abertura ou encerramento. A exibição da série acabou por ser prematuramente cancelada, com apenas 36 episódios, por alegadas queixas relacionadas com o seu conteúdo violento da parte dos pais. A SIC iniciou a transmissão de uma versão portuguesa da série em 1999, marcada pelas constantes mudanças de horário, que começou aos domingos pelas 12 horas, passou para terças e quintas às 9 horas e tendo acabado nesses dias às 7:30 da manhã. O canal Animax transmitiu a versão japonesa com legendas.
No Brasil, a série foi exibida originalmente pela extinta Rede Manchete entre 1994 e 1997 e foi reprisada pelo Cartoon Network a partir de 2003 e pela Band na TV aberta desde 2004. Em 2010, a Band exibiu a saga de Hades, até então inédita no país.

Jogos

Bem, como sempre tem que ter algum jogo né, então lá vai a lista deles;
A série possui diversos jogos eletrônicos. Para o Family Computer, dois RPGs, Saint Seiya: Ōgon Densetsu e Saint Seiya: Ōgon Densetsu Kanketsu-Hen, foram lançados em 1987 e 1988, respectivamente.Em 2003, a Bandai lançou outro RPG chamado Saint Seiya: Ōgon Densetsu-Hen Perfect Edition para WonderSwan Color, com base nos primeiros 73 episódios do anime. Em 2005, a Bandai lançou Saint Seiya: Chapter-Sanctuary para PlayStation 2. É um jogo de luta 3D que adapta os mesmos episódios do jogo anterior. Uma continuação para este jogo foi lançada em 2006 com o nome de Saint Seiya: The Hades. Apenas os jogos de PS2 foram publicados fora do Japão, sendo o segundo lançado na Europa primeiro e posteriormente no Japão e Austrália.
Um novo jogo chamado Saint Seiya Online tinha lançamento agendado para agosto de 2009 pela SEGA, mas não foi publicado e seu status atual é desconhecido. A produção do jogo se iniciou em 2006 de acordo com o blogue de Masami Kurumada, mas ele esperou até 2008 para publicar mais informações em seu blog, incluindo uma foto com os cinco Cavaleiros de Bronze principais em suas cores originais.[16]
Em 2011, foi anunciado um jogo de PlayStation 3 chamado Saint Seiya Senki (no Brasi: Os Cavaleiros do Zodíaco - Batalha do Santuário) e uma máquina pachinko baseada na série, para comemorar seus 25 anos de aniversário, tanto que foi lançado este ano 2012 e está fazendo sucesso.
Outros jogos com os personagens da série incluem:
  • Famicom Jump: Eiyū Retsuden (Famicom, NES, 1989)
  • Pop'n Music Animation Melody (ArcadePlayStationGame Boy Color, 2000)
  • Pop'n Music Animelo 2 (Arcade, 2001)
  • Saint Seiya Typing Ryu Sei Ken (PC, 2003)
  • Jump! Ultimate Stars (Nintendo DS, 2006)


-------------------------------------------------------------------------------------------------------

É isso galera, até o próximo post, daqui a pouco, uma preview.

Flw!!!

Um comentário:

Por favor não xingue nem fale nada abusivo. Tempo para responder comentários: Entre 6-24h.

Qualquer cometário com propaganda ou xingamentos será deletado.
Se quer divulgar seu blog, nos envie um e-mail propondo parceria.