Seguidores- Siga nosso Blog

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Creepypasta #10- Especial: Haunted Majora Mask

Hoje para comemorar 10 creepypastas eu vou colocar uma creepy longa,porém muito assustadora...


Olá, meu nome é Matt, mas podem me chamar de Jadusable (Meu nickname). Eu me mudei recentemente para o meu dormitório do colégio, começando como um aluno de 2º grau, e um amigo meu me deu o seu velho Nintendo 64 para que eu jogasse. Eu estava impressionado em saber que eu finalmente poderia jogar todos os jogos antigos da minha infância, que eu não tocava em pelo menos uma década. O seu Nintendo 64 veio com um controle amarelo e uma cópia de má qualidade do Super Smash Brothers, e como querer não é poder, não preciso dizer que não demorou muito até eu ficar cansando de ficar ganhando dos CPUS.

Naquele final de semana eu decidi dar uma volta por algumas vizinhanças durante uns 20 minutos, parando em todas as vendas de garagens, esperando conseguir alguns jogos por um preço bom de pais ignorantes. Eu acabei comprando uma cópia de Pokemon Stadium, Goldeneye (Isso ai, porra), F-Zero, e outros dois controles por 2 dolares. Satisfeito, eu comecei a ir embora da vizinhança, quando uma ultima casa me chamou a atenção. Ainda não faço idéia por que, mais algo meio que me arrastou até lá. Normalmente eu tenho auto confiança sobre essas coisas, então sai do carro e fui saudado por um homem velho. Sua aparência era, por falta de uma palavra melhor, desagradável. Isso era estranho, pois se você me perguntasse porque ela era desagradável, eu realmente não conseguiria apontar nada – Somente tinha alguma coisa nele que me deixava perturbado, não consigo explicar. Tudo que eu posso te dizer, é que se não fosse no meio da tarde e tivessem pessoas por perto, eu nem pensaria em me aproximar desse homem.

Ele deu um breve sorriso para mim e perguntou o que eu procurava, e imediatamente eu notei que ele era cego em um dos seus olhos; Seu olho direito tinha uma aparência meio que “vidrada”. Eu fui então forçado a olhar no seu olho esquerdo, tentando não ser ofensivo, e perguntei se ele tinha alguns jogos de vídeo game antigos.

Eu já estava pensando em como me desculpar sobre toda a situação quando ele me dissesse que não fazia idéia do que era um vídeo game, mas para a minha surpresa, ele disse que tinha alguns em uma caixa velha. Ele me disse que voltaria “rapidinho” e se virou para entrar na garagem. Enquanto ele ia para lá, não pude deixar de notar o que ele vendia em sua mesa. O que estavam lá eram, literalmente... Pinturas peculiares; Varias pinturas que pareciam com bolhas de tinta que um psiquiatra te mostraria. Curiosamente, eu os verifiquei – era obvio porque ninguém visitava a venda de garagem desse homem, os quadros não eram esteticamente agradáveis. Quando eu cheguei no ultimo, por algum motivo ele parecia quase igual a Majora’s Mask – A mesma mascara em forma de coração com pequenos espinhos apontando pra fora. Inicialmente eu achei que era só porque eu esperava achar esse jogo nessas vendas de garagem, mas em conta aos eventos que aconteceriam a seguir, não tenho mais tanta certeza assim. Eu deveria ter perguntado ao homem sobre isso. Eu queria ter perguntando ao homem sobre isso.

Depois de tanto olhar naquela mancha de tinta com formato da Majora’s Mask, eu olhei para trás e o homem repentinamente estava lá, parado, sorrindo pra mim. Eu admito que até pulei com o susto, e nervosamente ri quando ele me deu um cartucho de Nintendo 64. Era um cartucho regular inteiramente cinza, exceto que alguém tinha escrito “Majora” atras dele com tinta permanente. Meu estomago até gelou com toda essa coincidência e eu o perguntei quanto ele queria pelo cartucho.

O velho sorriu para mim e disse que eu poderia te-lo de graça, que ele pertencia a um garoto que era mais ou menos da minha idade e que não morava mais lá. Tinha algo suspeito quando o homem disse isso, mas eu realmente não prestei muita atenção, pois estava muito animado em não só por achar aquele jogo, mas também por pega-lo de graça.

No inicio eu não fiquei muito esperançoso com isso, já que aquele cartucho era bem velho, e não tinha garantia de que ele funcionaria, mas então o meu lado otimista me dizia que talvez aquela poderia ser uma versão beta ou pirateada do jogo que eu queria tanto jogar, para trazer aquela sensação de nostalgia de volta. Eu finalmente agradeci o homem, e ele sorriu pra mim e me desejou tudo de bom, dizendo “Adeus então! (Goodbye then!)” – pelo menos foi isso que soou pra mim. No caminho voltando pra casa eu ficava desconfiado, pensando se ele tinha dito alguma outra coisa. Os meus medos se confirmaram quando eu coloquei o jogo (Que para a minha surpresa, funcionou sem problemas) e lá tinha um Save File nomeado simplesmente de “BEN”. “Adeus Ben (Goodbye Ben), ele tinha dito “Adeus Bem”. Eu me senti mal pelo homem, obviamente um avô e obviamente ficando senil, e eu – por alguma razão – o lembrei de seu neto “Ben”.

Só por curiosidade eu verifiquei o Save File. Só de primeira vista, dava pra ver que ele já estava bem longe no jogo – ele tinha quase todas as mascaras e ¾ dos chefes derrotados. Eu também notei que ele usou uma estatua de coruja para salvar seu jogo, estava no Dia 3 e no Stone Tower Temple com pouco mais de 1 hora antes da lua cair. Eu pensei que realmente era uma pena ele ter chegado tão perto de zerar o jogo, mas que nunca pode terminá-lo. Criei um novo Save File com o nome “Link” como sempre e comecei o jogo, pronto para reviver a minha infância.

Para um cartucho tão simples como esse, me surpreendi em como o jogo rodou tão bem – literalmente igualzinho a uma cópia original do jogo, tirando alguns pequenos problemas aqui e ali (Como texturas aonde não pertenciam, flashes estranhos de filmes do jogo em certos intervalos, mas nada tão ruim assim). Porem, a única coisa que era um pouco perturbadora era que as vezes os NPS’s (Non-Playabe-Characters) me chamavam de “Link” e outras vezes, me chamavam de “Ben”. Achei que era só um bug – algum problema no cartucho que fazia com que nossos Save Files se misturassem ou algo assim. Isso meio que me assustou depois de um tempo, até que, pouco depois que passei da Woodfall Temple, eu fui até os meus Save Files e deletei “BEN” (Eu inicialmente pretendia preservar o Save File, em respeito ao dono original do jogo, mas eu não precisava de 2 arquivos mesmo), esperando que isso resolvesse o problema. Resolveu e não resolveu, pois depois disso os NPS’s não me chamavam de nada. Tinha somente um espaço vazio aonde o meu nome deveria estar (Meu Save File ainda estava com o nome “Link”). Frustrado, e com muita lição de casa pra fazer, eu deixei o jogo de lado por um dia.

Eu comecei a jogar o jogo novamente na noite passada, pegando os Lens of Truth e tentando completar o Snowhead Temple. Agora, alguns dos jogadores mais hardcores do Majora’s Mask sabem do “Glitch do 4 Dia” – para aqueles que não sabem, podem procura-lo no Google, mas a idéia é a seguinte: bem na hora que o relógio for bater em 00:00:00 no ultimo dia, fale com o astrônomo e olhe pelo telescópio. Se fizer isso corretamente, o relógio some e você tem mais um dia inteiro para terminar tudo que você estava fazendo. Decidido a fazer o glitch para tentar zerar o Snowhead Temple, eu consegui faze-lo corretamente na minha primeira tentativa, e o relógio desapareceu da tela.

Porem, quando eu apertei B para sair do telescópio, ao invés de ser saudado pelo astrônomo, eu me encontrei na sala do chefe Majora no final do jogo (A pequena arena encaixotada), encarando o Skull Kid flutuando logo acima de mim. Não tinha som, somente ele flutuando acima de mim e a musica de fundo, que era a normal da fase (Mas ainda assim assustadora). Imediatamente as minhas mãos começaram a suar – Isso definitivamente não era normal. Skull Kid NUNCA aparecera ali. Eu tentei andar pela área, mas não importava aonde eu ia, Skull Kid sempre ficava olhando para mim, me encarando, sem dizer absolutamente nada. Nada acontecia alem disso, e isso continuara por mais ou menos 1 minuto. Achei que o jogo tinha bugado – mas já estava começando a duvidar muito disso.

Eu ja estava indo apertar o botão Reset do vídeo-game, quando o texto apareceu na minha tela: “You’re not sure why, but you apparently had a reservation... (Você não tem certeza porque, mas aparentemente tem uma reserva...)” Eu instantaneamente reconheci aquele texto – você recebe essa mensagem quando ganha a Room Key do Anju no Stock Pot Inn, mas porque ela apareceu aqui? Eu me recusei na mesma hora a acreditar que o jogo estava querendo se comunicar comigo. Comecei a navegar pela área novamente, procurando para ver se foi algum tipo de botão ou alguma coisa assim que me permitira de interagir com alguma coisa ali, até que eu percebi como eu estava sendo idiota – só de pensar que alguém poderia reprogramar um jogo desse jeito já era absurdo. Até que, 15 segundos depois, uma outra mensagem apareceu na tela, e novamente como a primeira mensagem, ela já existia no jogo: “Go to the lair of the temple's boss? Yes/No (Ir para o covil do chefe do tempo? Sim/Não)”. Eu parei por um segundo, pensando o que deveria escolher e como o jogo reagiria com isso, quando eu percebi que não poderia escolher “No”. Respirando fundo, apertei “Yes” e a tela mudou para um branco total, com as palavras “Dawn of a New Day (O amanhecer de um Novo Dia)” com o subtítulo "||||||||" abaixo delas. O lugar para onde eu fui transportado me encheu com a sensação mais intensa de temor e medo que eu já senti na minha vida.

O unico jeito de descrever o que eu senti ali, é tendo um sentimento inexplicável de depressão em uma escala muito profunda. Eu não sou uma pessoa depressiva, mas o que eu senti ali foi uma sensação que eu nunca imaginei que existia – foi uma presença muito retorcida e poderosa que parecia me encher com essa depressão.

Eu apareci em algum tipo de versão Twilight-Zone da Clock Town. Andei para fora da Clock Tower (Como você normalmente faz quando começa o Dia 1), somente para descobrir que todos os habitantes tinham sumido. Normalmente com o “Glitch do Dia 4” você ainda pode achar guardas e o cachorro que fica correndo em volta da torre – agora todos eles tinham sumido. O que os substituíram foi a sensação de que tinha algo lá fora, na mesma área que eu, e que estava me observando. Eu tinha somente 4 corações e a Hero’s Bow, mas nesse ponto eu nem considerava mais o meu avatar, eu sentia que eu mesmo estava em algum tipo de perigo. Talvez a coisa mais aterrorizante era a musica – era a Song of Healing, extraída diretamente do jogo, mas tocada ao contrario. A musica ficava cada vez mais alta, te preparando cada vez mais, fazendo você achar que algo irá pular na sua frente a qualquer momento, porem nada aconteceu, e o loop constante começou a mexer com o meu estado mental.

Em alguns momentos eu ouvia a risada do Happy Mask Salesman no fundo, quieto o bastante para que eu ficasse imaginando se estava realmente ouvindo coisas, mas alto o suficiente para me deixar determinado a achá-lo. Eu procurei nas quatro zones da Clock Town, somente para não achar nada... Ninguem. Texturas estavam faltando. Estava literalmente andando no ar em West Clock Town, toda a área parecia... Partida. Partida sem esperanças. Enquanto a Song of Healing ao contrario se repetia por provavelmente a 50º vez, eu me lembro de ficar no meio da South Clock Town, pensando e notando que eu nunca me senti tão sozinho assim em um vídeo game antes.

Enquanto eu andava pela cidade fantasma, eu não sei se foi a combinação das texturas estranhas, da atmosfera do lugar e da melodia tenebrosa que um dia fora uma musica tão pacifica e calmante, e que se tornara uma melodia distorcida e perturbante, mas eu estava literalmente à beira das lagrimas, e não tinha idéia por que. Eu dificilmente choro, mas alguma estranha e poderosa sensação de depressão me deixava desse jeito.

Eu tentei sair da Clock Town, porem toda vez que eu tentava sair, a tela ficava toda preta e eu simplesmente reaparecia em outra area da Clock Town. Eu tentei tocar a minha Ocarina, só queria fugir, e definitivamente NÃO queria mais ficar naquele lugar, mas toda vez que eu tocava a Song of Time ou a Song of Soaring, um texto dizia “Your notes echo far, but nothing happens (Suas notas ecoam longe, porem nada acontece)”. Nesse ponto, era obvio que o jogo não queria que eu saísse, mas eu não tinha idéia porque ele estava me deixando preso lá. Eu não queria entrar nos prédios, eu achava que eu seria muito vulnerável para o que me aguardava lá dentro. Não sei por que, mas me veio a idéia de que se eu me afogasse no Laundry Pool, eu poderia reaparecer em algum outra área e deixar esse lugar.

Enquanto eu corria em direção ao lago, aconteceu.. O Link segurou sua cabeça, e a tela deu um flash por um momento do Happy Mask Salesman sorrindo para mim – não para o Link – para mim, junto com o grito do Skull Kid no fundo e, quando a tela voltou ao normal, eu estava encarando a estatua do Link (Aquela que aparece quando você toca a musica Elegy of Emptiness). Eu gritei, enquanto aquela coisa me encarava com aquela expressão vazia e aterrorizante. Eu me virei e corri de volta para a South Clock Town, e para o meu horror, a porra da estatua ficava me seguindo, como uma sombra horripilante que criara vida. As vezes, em certos intervalos, uma animação da estatua aparecendo atrás de mim acontecia. Era como se aquela merda estivesse me seguindo, ou – eu nem quero pensar nisso – me assombrando.



Nesse ponto eu já estava à beira da histeria, mas em nenhum momento a idéia de desligar o meu console passou pela minha cabeça. Eu não sei por que, eu estava tão ligado a isso – o terror era tão real. Tentei mexer na estatua, porem essa merda literalmente reaparecia atrás de mim toda vez. Link começou a fazer algumas animações estranhas que eu nunca tinha visto ele fazer, como retorcer os braços aleatoriamente ou dar espasmos randomicamente por exemplo, e logo em seguida a tela dava um flash do Happy Mask Salesman sorrindo para mim por um momento, antes de eu ficar cara a cara com aquela porra de estatua novamente. Eu acabei correndo para o fundo do Swordmaster’s Dojo, não sei por que, mas no pânico e desespero que eu estava, eu só queria uma garantia de que não estava sozinho ali. Para o meu espanto, não achei ninguém lá, porem enquanto em me virava para ir embora, a estatua me encurralou em um canto da área. Eu tentei atacá-la com a minha espada, mas infelizmente sem sucesso. Confuso, e encurralado em um canto, eu simplesmente fiquei parado olhando para a estatua esperando ela me matar. De repente, a tela deu um flash do Happy Mask Salesman novamente, e do nada, Link se virou para olhar a mim, ao lado da estatua, ficando quase idêntico a ela. Os dois literalmente me encarando.O que sobrara da 4 parede foi completamente quebrado, e eu me via corriendo para fora do Dojo, completamente assustado e aterrorizado. De repente, o jogo me transportou para um túnel subterrâneo, e a musica Song of Healing revertida novamente voltou a tocar. Eu tive um pequeno tempo de “descanso” até a estatua voltar a aparecer atrás de mim... Desta vez agressivamente – Eu podia dar apenas alguns passos até ela aparecer novamente. Rapidamente, eu corri para fora do túnel e fui parar na Southern Clock Town. Enquanto eu corria sem rumo – completamente em pânico – de repente um Redead gritou, e a tela ficou completamente preta, até a o titulo "Dawn of a New Day" e o subtexto "|||||||||" aparecer novamente.

A tela voltou a aparecer, e eu me encontrava no topo da Clock Tower com o Skull Kid flutuando acima de mim novamente, totalmente silencioso. Eu olhei a lua novamente, apenas alguns metros acima de mim, porem o Skull Kid ficava me encarando com uma expressão aterrorizante, e com aquela porra de mascara Em uma tentativa meio desesperada, eu equipei o meu arco e flecha e atirei uma vez no Skull Kid – e eu o acertei (aquela animação dele levando dano aconteceu). Atirei mais duas vezes e, logo depois da 3 flecha, uma caixa de texto apareceu, dizendo “That won’t do you any good. Hee, hee (Isso não vai te fazer nada de bom. Hee, hee)” e de repente, eu fui levantado no ar, levitando pelas minhas costas, e ai o Link gritou, enquanto ele queimava completamente em chamas, instantaneamente o matando.

Eu tomei um puta susto quando isso aconteceu – eu nunca tinha visto esse ataque ser usado por NINGUEM no jogo, e Skull Kid NÃO tinha esses poderes. Enquanto a minha cena de morte acontecia, com o meu corpo sem vida ainda queimando, o Skull Kid riu no fundo e a tela mudou para um preto total, apenas para me fazer reaparecer no mesmo lugar. Eu decidi atacá-lo de outro jeito, mas a mesma coisa aconteceu: O corpo do Link foi levantado do chão por uma força desconhecida e ele imediatamente queimou em chamas novamente, matando-o. Desta vez na minha cena de morte, alguns sons da Song of Healing revertida puderam ser ouvidos. Em minha terceira (e ultima) tentativa, eu notei que não tinha musica tocando dessa vez, somente um silencio suspeito. Então eu finalmente me lembrei que no seu encontro original com o Skull Kid, você deveria usar a Ocarina para, ou viajar de volta no tempo, ou convocar os gigantes. Eu usei a Ocarina e tentei tocar a Song of Time, porem antes que eu pudesse acertar a ultima nota, o corpo de Link novamente explodiu horrivelmente em chamas e ele morreu.

Quando a cena de morte estava chegando ao fim, o video game começou a fazer barulho, como se o cartucho quisesse processar varias coisas de uma só vez ou algo assim... Quando a tela voltou a aparecer, era a mesma cena das 3 primeiras vezes, exceto que desta vez, Link estava morto no chão em uma posição que eu nunca tinha visto antes nesse jogo. Sua cabeça estava virada em direção a câmera, com o Skull Kid flutuando logo acime dele. Eu não conseguia me mover, não conseguia apertar nenhum botão. Tudo que eu podia fazer era olhar para o cadáver de Link. Depois de mais ou menos 30 segundos, o jogo simplesmente muda para uma tela preta, com a mensagem “You’ve met with a terrible fate, haven’t you? (Você se encontrou com um destino terrível, não foi?)” antes de te mandar de volta para a tela de titulo.

Ao voltar a tela de titulo e começar tudo de novo, eu notei que o meu Save File não estava mais lá. Ao invés de “Link”, ele foi trocado por um outro Save File chamado “YOUR TURN (Sua vez)”. “YOUR TURN” tinha 3 corações, 0 mascaras, e não tinha nenhum item. Eu selecionei “YOUR TURN” e imediatamente quando o fiz, eu voltei para a cena do topo da Clock Tower, com o Link morto e o Skull Kid flutuando acima de mim, com sua risada se repetindo novamente. Eu rapidamente apertei o botão “Reset” do vídeo game, e quando o jogo carregou mais uma vez, tinha mais um Save File adicionado, abaixo do “YOUR TURN”, intitulado “BEN”. O Save File de “BEN” estava bem no lugar que ele estava antes que eu apaguei-o, também no Stone Tower Temple com a lua quase caindo.

Eu desliguei o jogo nesse ponto. Não sou supersticioso nem nada, mais isso era MUITO fudido, até pra mim. Eu não joguei esse jogo hoje, caramba, nem consegui dormir direito na noite passada. Eu ficava ouvindo a Song of Healing revertida na minha cabeça e me lembrando da minha sensação de desespero enquanto explorava Clock Town. Eu dirigi hoje de volta até a casa daquele velho para fazer algumas perguntas a ele, junto com um amigo meu (Nem fudendo eu iria voltar pra lá sozinho), apenas para achar uma placa de “VENDE-SE” em frente ao jardim, e quando eu apertei a campainha, ninguém estava em casa.

E agora eu estou aqui novamente, escrevendo o resto dos meus pensamentos e do que aconteceu. Me desculpe se tiverem alguns erros gramaticais, é que eu não estou dormindo direito nesses dias. Estou aterrorizado por este jogo, ainda mais agora que eu estou escrevendo isso e passando por todo o horror uma segunda vez. Porem eu ainda acho que há mais coisas por trás disso tudo, e eu sinto que tem algo me chamando para investigar ainda mais. Eu acho que “BEN” está por trás disso tudo, mas ainda não sei por que, e se eu apenas pudesse conversar com aquele misterioso velho, talvez eu pudesse achar algumas respostas. Preciso de mais 1 dia para me recuperar antes de voltar a jogar o jogo novamente. Ele já tirou uma boa parte da minha sanidade, eu sinto isso, mas da próxima vez que eu jogá-lo, estarei gravando tudo o que se passa. A idéia de gravar aquilo só me veio perto do final, então você vera os últimos minutos do que eu vi (Incluindo Skull Kid e a estatua). O vídeo já esta no Youtube, logo abaixo:





Eu vou postar o que aconteceu e colocar o link do vídeo, mas na noite passada tudo foi muito real pra mim. Acho melhor eu parar de ficar mexendo com isso. Eu desmaiei quase imediatamente após fazer aquele segmento. Porem na noite passada, eu tive um sonho com aquela estatua. Eu sonhei que ela estava me seguindo pelo sonho todo. Eu estava lá numa boa, quando eu sentia os pelos do meu pescoço se arrepiarem. Eu virava e me deparava com aquela coisa... Aquela horrível estatua sem vida ficava me encarando com aqueles seus olhos vazios, diretamente pra mim, somente a alguns centímetros de distancia. No meu sonho, eu me lembro de chamá-la de Ben, e eu nunca tive um sonho assim, em que eu pude sonhá-lo tão vividamente. Mais pelo menos eu consegui dormir um pouco, eu acho.

Hoje, logo após desligar o jogo depois de jogá-lo o mais longe que consegui, eu dirigi de volta até aquela vizinhança para ver se o homem já tinha voltado. Como eu já esperava, o carro ainda estava desaparecido e ninguém estava lá. Enquanto eu caminhava de volta para o meu carro, o homem que estava na casa ao lado cortando a grama desligou o cortador e me se eu estava procurando alguém. Eu disse para ele que estava procurando o homem velho que morava lá, e ele me respondeu o que eu já sabia – ele estava de mudança. Tentando obter mais alguma informação, perguntei se o homem tinha alguma família ou parentes com quem eu poderia conversar. Descobri que este homem nunca foi casado, e nem tinha filhos ou netos por adoção. Começando a ficar preocupado, eu fiz uma ultima pergunta, uma que eu já deveria ter perguntado desde o começo – quem era Ben? A expressão do homem se fechou completamente e então ele me disse que, a quatro casas em direção ao norte, mais ou menos 8 anos atrás no dia 23 de Abril – ele também me disse que sabia da data especifica porque aquela data também era o dia de seu aniversario – aconteceu um terrível acidente na vizinhança com um garoto chamado Ben, pouco depois que seus pais se mudaram para lá. Apesar de tentar obter mais informações sobre o caso, o homem não divulgou mais nada alem disso.

Eu voltei para casa e comecei a jogar novamente. Liguei o jogo e imediatamente tomei um puta susto na tela de titulo, quando a mascara aparece – o barulho que o jogo fez não foi aquele “whoosh” normal de sempre, mas algo com uma freqüência muito mais alta. Eu apertei Start, já me preparando para o pior, mas assim como à 2 noites atrás, os Save Files “Your Turn” e “BEN” foram mostrados.Eu abrir o File de “BEN”, hesitando por um momento quando notei que as estatísticas de jogo não eram as mesmas das de 2 dias atrás. Parecia que ele já tinha zerado a Stone Tower Temple desta vez... Juntando toda a minha coragem, eu o selecionei.

Imediatamente eu fui transportado para o meio do caos completo. Eu já estava do lado de fora da Stone Tower Temple, porem foi isso mesmo que eu já esperava. A zona não era chamada exatamente de Stone Tower Temple, e sim de “St o n e”, e imediatamente quando apareci, uma caixa de dialogo com um monte de palavras sem nexo que eu não entendia, apareceu. O corpo do Link estava distorcido – suas costas estavam violentamente quebradas para o lado de seu corpo. Sua expressão era vazia, quase monótona, era uma expressão que eu nunca tinha visto antes. Era um olhar completamente vazio – como se ele estivesse morto. Enquanto ele ficava lá parado, seu corpo se mexendo irregularmente, eu notei que eu também tinha um item do botão C, que eu nunca tinha visto antes, um tipo de nota, porem apertando o botão, nada acontecia. Vários sons tocavam aleatoriamente, sons que eu não reconhecia do jogo – quase demoníacos de natureza, e também havia um som de muita alta freqüência tocando no fundo, um tipo de risada ou algo assim. Eu tive pouco mais de 2 minutos para explorar o ambiente, antes daquela porra de estatua do voltar a aparecer pra cima de mim, e imediatamente depois disso, o cenário mudou para aquela tela branca com o titulo "Dawn of a New Day", exceto que desta vez, não tinha aquele subtexto "||||||" logo abaixo.

Eu era um Deku Scrub na Clock Town – esta próxima cena normalmente acontecia na primeira vez que você chega lá. Tatl diria “Wh-What Just happened? It’s as if everything has... (O-O que aconteceu? É como se tudo tivesse…)” mas ao inves de normalmente terminar a frase dizendo “Started over (Recomeçado)”, ela terminou por ai, com o texto incompleto, enquanto a risada do Happy Mask Salesman se repetia no fundo. Eu fui trazido de volta ao controle do meu personagem, porem de um ângulo de câmera todo fudido – Eu estava olhando por detrás da porta da Clock Tower, observando o meu personagem correr em volta como um Deku Scrub. Vendo como eu realmente não podia ir à lugar nenhum porque não conseguia ver merda nenhuma, eu entrei, contra o meu próprio gosto, na porta. Lá dentro, eu fui saudado pelo Happy Mask Salesman, que simplesmente me disse “You’ve met with a terrible fate, haven’t you?”, antes da tela ficar toda branca.

Eu reapareci em Termina, como um humano novamente. Eu poderia muito bem não estar jogando mais o mesmo jogo – eu estava sendo tele transportado por todos os lados e não tinha mais sinal de um relógio, nem botões, nem nada. O HUD tinha sumido completamente. Parei por um momento para recuperar o meu fôlego enquanto olhava em volta no campo, e imediatamente eu percebi que aquilo não era normal. Não tinha nenhum inimigo por perto, e uma versão macabra do tema do Happy Mask Salesman estava tocando no fundo. Decidi correr em direção à Woodfall, quando notei 3 figuras misteriosas lá pro fundo – uma delas sendo a Epona. Enquanto em me aproximava delas, para o meu horror, me deparei com o Happy Mask Salesman, o Skull Kid e a estatua, só parados ali. Primeiramente eu achei que eles só estivessem bugados, mas agora eu acho que deveria ter pensado melhor naquela hora. De qualquer maneira, eu me aproximei deles cuidadosamente e notei que o Skull Kid estava tendo uma animação meio que em loop, e o mesmo com a Epona. A estatua estava lá fazendo o que sempre fez desde o começo – somente parada lá com um olhar horripilante. Foi o Happy Mask Salesman que me assustou profundamente, bem mais do que os outros 2.

Ele também estava horripilante, com aquele sorriso de merda na no meio da cara, mas onde quer que eu me movia, sua cabeça lentamente virava e me seguia. Eu não tinha tido nenhum dialogo e nem entrado em combate com ele, porem mesmo assim sua cabeça lentamente seguia todos os meus movimentos. Lembrando do meu primeiro encontro com Skull Kid no topo da Clock Tower, eu equipei a minha Ocarina e tentei tocar uma musica que eu ainda não tinha tocado – o próprio tema do Happy Mask Salesman e a mesma musica que estava tocando em um intenso loop, de volta no Dia 4 – a Song of Healing.

Eu terminei de tocar a musica e quando o fiz, um barulho de estourar os tímpanos saiu de minha TV, e então o céu começou a dar vários flashes muito rápidos, enquanto a musica macabra do Happy Mask Salesman acelerava cada vez mais, intensificando o medo dentro de mim. Então Link explodiu em chamas e morreu. As 2 figuras ficaram “destacadas” durante a minha cena de morte, enquanto elas observavam o meu cadáver se queimar. Eu não consigo descrever aqui como foi súbita a transição do medo para o terror. Você terá que ver o vídeo mesmo se quiser realmente saber o medo que eu senti. Foi o mesmo medo que me deixou com aquela insônia à 2 dias atrás, e ele estava começando a se proliferar novamente, enquanto eu era saudado pelo texto “You’ve met with a terrible fate, haven’t you?” pela terceira vez. Tinha alguma coisa suspeita por trás daquele texto.

Eu tive pouco tempo para refletir sobre o que havia acontecido, já que imediatamente aparecia outra pequena cut-scene do Link se transformando em um Zora, e então eu reapareci em Great Bay Temple. Hesitante, mas curioso para ver o que o jogo reservava para mim, eu lentamente fui em direção à praia, onde encontrei Epona. Eu me perguntava por que diabos o jogo tinha colocá-la ali. Será que o jogo estava tentando me dizer que ela estava querendo beber alguma coisa? Incapaz de tirar a máscara, eu decidi que montar o cavalo não fora o a razão pela qual ela foi colocada lá.

De repente eu percebi que a Epona ficava relinchando, e a maneira e o ângulo como ela fora colocada fez parecer como se ela estava apontando alguma coisa em direção ao mar. Foi só um palpite, mas mesmo assim, eu mergulhei em Great Bay e comecei a nadar. De repente, eu encontrei alguma coisa no fundo do oceano que eu quase não vi de primeira; uma ultima estatua. Desci para examiná-la e de repente, meu Zora começou a fazer uma animação de asfixia eu nunca havia visto um Zora fazer antes – o que nem sequer faz sentido, já que o Zora pode respirar sem problemas embaixo da água. Independentemente disso, meu personagem foi se afogando até morrer, e novamente a estátua era a única coisa que se destacava em minha tela de morte. Eu não reapareci desta vez; ao invés disso, eu fui levado de volta para o menu principal, como se eu tivesse reiniciado o console.

A tela de "Press Start" apareceu, e eu já sabia que a única razão que o jogo me colocara ali era porque os arquivos haviam mudado novamente. Respirando fundo, eu apertei Start, e aparentemente eu estava certo. Os novos arquivos me falaram um pouco mais sobre Ben. Agora fazia sentido o porque da estátua ter aparecido quando eu tentei ir para Laundry Pool - o jogo deve ter antecipado como eu teria tentado escapar do Dia 4 da Clock Town. Os dois arquivos salvos me disseram sobre o seu destino. Como eu suspeitava, Ben estava morto. Ele havia se afogado, já que o nome do outro arquivo era DROWNED. O jogo, obviamente, não estava satisfeito comigo – ele me provocava com os novos arquivos salvos, ele quer que eu continue jogando, ele quer que eu vá ainda mais longe, mas eu já estou cheio dessa merda. Eu não vou mais tocar nestes arquivos. Isto é horrível demais para mim e eu nem sequer acredito no paranormal, mas agora eu estou ficando sem explicações. Por que alguém me enviaria esta mensagem? Eu não entendo, mas fico muito deprimido pensando nisso. A gravação está aqui em cima para aqueles que quiserem vê-la e tentar analisá-la (talvez haja algum tipo de mensagem codificada naquelas vozes sem significado ou algo simbólico no meio de tudo isso – No momento eu estou muito esgotado emocional e mentalmente para mexer ainda mais com essas merdas).





Eu sei que ainda é muito cedo; fiquei acordado a noite toda, não consigo dormir, e eu não me importo sobre as pessoas verem isso, pois eu só quero a palavra espalhar a palavra, para não sofrer a toa. Perdi toda a minha vontade para escrever sobre isso. Quanto menos eu me debruçar sobre isso, melhor. Eu acho que o vídeo fala por si só. Eu fiz o que vocês me disseram para fazer: toquei a musica Elegy of Emptiness no primeiro pedido do jogo, mas eu acho que isso é apenas o que o jogo ou o Ben (Jesus Cristo, eu não posso acreditar que eu estou mesmo pensando na idéia absurda de que ele existe dentro do jogo) queria que eu fizesse. Ele está me seguindo agora, não apenas no jogo. Ele está nos meus sonhos. Eu o vejo o tempo todo, nas minhas costas, apenas me observando. Eu não tenho ido para nenhuma das minhas aulas. Fiquei no meu quarto com as janelas e as cortinas fechadas – desta maneira, pelo menos, eu sei que ele não pode me observar. Mas ele ainda me acha quando eu jogo. Quando jogo, ele ainda pode me ver. O jogo está me assustando agora. Ele conversou comigo pela primeira vez - e não apenas usando os textos que já estão no jogo - ele falou comigo. Falou comigo. Ele referenciou o Ben. Eu não sei o que significa. Eu não sei o que quer. Nunca quis isso, só quero minha vida de volta.

Coisas como estas não acontecem com pessoas como eu. Eu sou apenas uma criança, nem mesmo tenho idade suficiente para beber ainda. Não é justo, eu quero ir para casa, quero ver meus pais de novo, eu estou tão longe de casa aqui neste colégio... Só quero abraçar minha mãe outra vez. Só quero esquecer o rosto horrível e sem vida daquela estátua. Meu arquivo antigo do jogo estava de volta - do jeito que eu havia deixado-o antes dele ter sido deletado. Eu não quero mais jogar. Sinto que algo ruim vai acontecer se eu parar, mas isso é impossível! É apenas um jogo - assombrado ou não, não pode me machucar, não é? Sério mesmo, ele NÃO pode, não é? Isso é o que eu continuo dizendo a mim mesmo, mas cada vez que eu penso sobre isso, eu não tenho tanta certeza assim.




____________________________________________________________________________


Primeiramente, deixe-me apenas esclarecer as coisas - eu sei que vocês estão preocupados, mas "Jadusable" está bem. Ele acabou de se mudar hoje e disse que vai voltar para casa, e que ia dar um tempo durante este semestre. Eu não sei realmente o que aconteceu, tenho apenas uma vaga idéia, mas vocês provavelmente sabem mais do que eu. Sou o colega de quarto do "Jadusable" e, obviamente, eu sabia que havia algo errado com ele nesses últimos dias. Ele ficava trancado em seu quarto o tempo todo, literalmente perdeu o contato com todos os seus amigos, e eu tenho certeza que ele não havia comido quase nada. Após o segundo dia eu não conseguia ficar mais lá, então fiquei morando na casa de um amigo durante um tempo, vindo ao meu quarto somente para pegar as coisas que eu realmente precisava. Eu tentei falar com ele várias vezes, mas ou ele cortava minhas perguntas, ou mantinha a conversa breve quando perguntava a ele sobre seu comportamento estranho, como se estivesse convencido de que algo estivesse perseguindo-o. Ontem, quando fui até lá para pegar o meu livro de filosofia, ele se aproximou de mim, com uma aparência realmente horrível e cansada, e me entregou um Pen Drive e me deu instruções específicas. Ele disse que precisava de mim para fazer um último favor para ele – e então finalmente me explicou o que vinha acontecendo, me deu sua senha e suas informações de sua conta do Youtube, e então me deu instruções sobre como enviar os vídeos, especificamente para que vocês todos possam vê-los. Aparentemente, ele disse que vocês estiveram ajudando-o durante todo o tempo e que mereciam ver o final de tudo.

Ele me disse que estava indo embora daqui, que eles o atraíram para jogá-lo novamente ao invés de tentar mudar as coisas, e que ele não deveria ter feito aquilo, e pediu que eu colocasse seus videos no Youtube e informasse para as pessoas o que havia acontecido o mais rápido possível. Eu disse que ele poderia fazer isso sozinho, e então ele me olhou um olhar muito selvagem e macabro, e me disse que NUNCA MAIS iria olhar para aquele jogo novamente, e essa foi a última coisa que me disse... Ele nem ao menos disse adeus quando seus pais vieram buscá-lo. Eu estava esperando que pelo menos tivesse a chance de conhecer seus pais quando eles o vieram buscá-lo, mas eles entraram e saíram tão rápido que eu nem tive a chance de vê-los.
Eu honestamente não posso dizer o que aconteceu, porque quando ele me falou, estava meio difícil de entendê-lo, sem contar que a sua aparência completamente fudida me distraiu. No seu Pen Drive, havia a filmagem do jogo na noite passada, um documento de texto com seu nome e senha para sua conta do Youtube, e um terceiro documento chamado TheTruth.txt, contendo o que ele me disse que eram "suas notas", que ele tinha feito durante todos esses dias. Ele também me disse que se eu seguisse exatamente suas instruções, isso significaria tudo para ele. Normalmente, eu não seria tão “especifico” assim para algum pedido envolvendo a porra de um simples jogo de vídeo game, mas a maneira como ele disse aquilo e o jeito como ele olhou, me fizeram sentir que aquilo era realmente muito sério.

Eu estava com este vídeo desde ontem, mas tive que pedir ajuda à alguém para usar o Pinnacle, pois isso não é realmente o meu forte. Depois de assisti-lo, eu olhei todos os outros vídeos anteriores na sua conta Youtube para descobrir o que diabos estava acontecendo, e mesmo assim, eu realmente ainda estou muito confuso. O vídeo que eu estou postando hoje à noite, TheTruth.txt, será lançado em 15 de setembro, assim como ele havia me pedido. Realmente não sei por que ele quer esperar que suas notas sejam publicadas, mas depois do que ele passou, vou honrar esse pedido. Eu nem ao menos ousei dar uma olhada no vídeo ainda, então a primeira vez que eu o verei, será a primeira vez que vocês vão vê-lo tambem, em respeito ao meu amigo. Para responder às suas perguntas, não, eu ainda não tentei ligar para ele. Acho que vou dar-lhe uma ligada amanhã para ver se ele está bem. Ele já deve estar em casa, nessa hora.

Sobre o vídeo: Neste vídeo eu cortei direto para a parte em que ele carrega o arquivo "BEN" no jogo. Dando mais uma olhada, percebi que Jadusable havia deixado a tela de seleção de arquivos salvos, porque às vezes apareciam nomes diferentes, então me desculpem por isso, mas tudo o que tinha lá anteriormente era a mesma coisa do final do seu último vídeo (Link e BEN), nada de diferente. Eu não estava lá quando ele jogou-o, mas me parecia que no início ele estava simplesmente testando seus equipamentos e vendo os itens que tinha, ou algo assim, porque aparentemente eles mudaram aleatoriamente antes. Ele realmente queria que vocês vissem isso. Depois disso tudo, porem, acho que o jogo ficara muito pessoal para ele.




____________________________________________________________________________


Ei, pessoal! "Jadusable" aqui. Esta será a última vez que vocês saberão de mim, e este é meu último presente para você - estas são as notas que tomei e as realizações que eu fiz. Antes de me aprofundar a isso, quero te agradecer principalmente por ter me seguido e me ouvido durante tudo que tem acontecido; parece que o peso de uma carga poderosa está prestes a ser levantada. Pelo tempo que você ler isso, eu não estarei mais por perto, mas depois de passar quatro dias com este jogo totalmente enlouquecedor, comecei a entender o que está realmente em jogo aqui, e espero que depois de ler isto, possamos assegurar que isso nunca aconteça novamente.

Teve coisas que eu não pude compartilhar com vocês enquanto tudo isso acontecia, devido às circunstâncias em que irei explicar a seguir. Com o Ben bloqueando qualquer tentativa que fiz para tentar transmitir a verdade para vocês, eu tentei, de verdade, avisá-los de várias maneiras. Em meio ao caos e ao meu delírio, criei um padrão quase não perceptível em meus vídeos. Em todos os cinco vídeos que gravei durante os quatro dias, eu tenho ou a “Mask of Truth”, interagida com uma Gossip Stone, ou a “Lens of Truth” equipada em algum ponto. Para os fãs mais hardcores de Zelda, estes são todos os símbolos de honestidade e confiança, e eu espero que algum de vocês possa ter entendido a mensagem. Enquanto jogava o arquivo que eu nomeara de "BEN", lembrando de como Ben estava observando a cada movimento meu naquele jogo, fiz o possível para evitar fazer qualquer coisa demasiado óbvia, mas ainda assim, consegui mandei uma mensagem escondida para vocês - eu nunca equipei o Lens, nem a máscara. Isso funcionou, e finalmente consegui carregar os vídeos com sucesso. Rezei para que alguém notasse o padrão não se aplicava ao BEN.

As tags também seguiram o mesmo exemplo, e eu espero que vocês tenham prestado atenção a esses também. Eles eram minhas pequenas mensagens para vocês – pequenas o suficiente para que nada chamasse a atenção de Ben ou que o fizesse suspeitar de qualquer coisa – e com Ben manipulando e alterando todos os meus arquivos, eu sinceramente espero que o que vocês viram ao menos chegue perto do que realmente aconteceu. Infelizmente, não há nenhuma maneira para que eu saiba isso.

Esta pode ser uma grande leitura, e eu também não tenho tempo para corrigir meus textos ou de deixar toda a minha pesquisa perfeitinha. Mas aqui estão:

____________________________________________________________________________

06 de Setembro de 2010

23:00 – Eu não posso acreditar no que aconteceu aqui. Não tenho certeza se isso é algum tipo de fraude ou truque, apesar do medo que estou sentindo, o que só me deixa cada vez mais excepcionalmente curioso sobre isso. QUEM ou O QUE é a estátua? Um monte de perguntas aqui. Estou fazendo este documento como um "diário", para que eu possa me manter atualizado de tudo. Estou digitando um resumo do que aconteceu para que eu possa voltar a ele mais tarde.

07 de Setembro de 2010

02:10 - (Sumario sobre o vídeo fourday.wmv foi postado aqui. Você pode revê-lo ali em cima).

04:23 - Não consigo dormir. Tenho tentado tanto, mas quanto mais eu tento, mais fico agitado e assustado. Eu sinto que a estátua está aparecendo para me observar sempre que eu fecho meus olhos.

08:20 - Não dormi nada, e meu dia só está começando. Eu não acho que tenho energia para ir pra aula hoje. Vou dirigir de volta para falar com aquele velho, junto com meu amigo Tyler, caso algo aconteça.

13:18 – Acabei de voltar para o meu quarto. Nenhum sinal do velho. O mais estranho é que ele parece que está de mudança para dia seguinte, mas talvez a placa de “À venda” já estivesse lá ontem mesmo e eu só não havia percebido. Tyler quer saber o que me deixou tão desesperado para irmos lá, mas eu não lhe disse. Estou indo almoçar, me sentindo um merda total.

15:46 - Poderia jurar que enquanto dirigia de volta da Subway, eu vi a estátua de Elegy no meio de alguns arbustos, simplesmente me olhando passar. Agora eu realmente, definitivamente preciso descansar.

17:00 - Não acho que muitas pessoas iriam acreditar em mim se eu lhes dissesse o que está acontecendo, então vou tentar postar isso na internet. Acho que vou usar apenas o sumario, estas notas estão muito esporádicas.

18:00 - Conectei minha placa de captura em meu computador para carregar os vídeos. Pensei que o meu computador havia congelado por um segundo, fez um som muito estranho quando o liguei, mas agora parece estar funcionando normalmente. Meu computador não pode me desapontar, principalmente agora.

19:00 – Os vídeos acabaram de carregar. A qualidade está muito melhor do que eu achava que estaria. Caramba, eu acho que esse realmente é um cartucho muito especial, nunca parei para pensar nisso antes.

20:45 – Pensei ter visto um ícone que parecia ser o rosto da estatua aparecer no meu desktop por uma fração de segundo. Me deu um puta de um susto. Estou ficando realmente nervoso e delirante sobre isso, e acho que vou capotar depois disso.

21:00 – Acabei de iniciar o envio do meu vídeo na minha outra conta do Youtube.

21:03 - Eu realmente não me lembro de ter enviado um vídeo do jogo Vampire: The Masquerade: Bloodlines no ano passado. Esta é provavelmente a conta que eu compartilhei com um amigo meu no verão passado. Espero que ele não se importe que eu use esta conta para enviar meus videos.

21:55 – Postando meu sumario do Day Four, junto com um link para o vídeo do Youtube. Vou tentar ficar acordado, mas estou tããããão cansado agora.

08 de Setembro de 2010

10:48 - Eu tive um sonho sobre a estátua. Sonhei que ela estava me seguindo em meu sonho, que eu estava cuidando da minha vida, quando senti os pelos de meu pescoço se arrepiarem. Então eu me virava, e aquela coisa... aquela estátua horrível e sem vida, estava olhando diretamente para mim com aqueles olhos vazios, apenas centímetros de distância. No sonho, me lembro de chamá-lo de Ben, e eu nunca havia tido um sonho que eu podia me lembrar tão vividamente assim.

11:21 - Eu realmente não quero jogar aquele jogo novamente. Acho que vou voltar para ver se aquele velho está em casa, ao invés disso.

13:35 – Nem sinal do velho, mas eu tive uma conversa interessante com o seu vizinho. Vou postar a coisa toda em meu resumo de meu vídeo de hoje à noite. Ainda vou esperar um pouco para ver se consigo descobrir mais alguma informação sobre esse tal de Ben.

14:45 – Eu tenho tido muitas dores de cabeça aleatórias, devido à falta de sono e ainda por cima continuo a ouvir essa porra de música na minha cabeça. Aqui também está em temporada de gripe, então preciso ter muito cuidado para não ficar doente. Meu sistema imunológico vai ficar uma merda agora por causa dessas viradas de noite.

15:02 - Meu computador simplesmente... por conta própria... abriu um documento de texto e escreveu as palavras "Olá" e "www.cleverbot.com" por si só. Que... porra... é essa...

15:46 – Entrei naquele site, e é um daqueles sites de “bate papos automáticos". Eu acho melhor deixar a conversa falar por si só:

8/9/10 - Conversa

Usuário: Olá?

Cleverbot: Olá.

Usuário: Quem é você e como consegue controlar o meu computador?

Cleverbot: Quem sou eu?

Usuário: É claro, esqueci. Você é só um robô.

Cleverbot: Você realmente acha isso?

Usuário: Escute, eu sei que quem está fudendo com meu computador pode ver a minha tela agora.

Cleverbot: Sim.

Usuário: Claro, e eu aposto que você é uma daquelas crianças idiotas que pensam que são os fodões. Você sabe que o que está fazendo agora é ilegal, certo?

Cleverbot: Verdade?

Usuário: Não, imagina... Você está familiarizado com os termos "Invasão de privacidade?" Dê o fora de meu computador, garoto.

Cleverbot: Eu sou o seu computador.

Usuário: História legal. Enfim, eu estou chamando o DPS agora. Você escolheu uma péssima hora pra mexer comigo, criança.

Cleverbot: Então eu devo esperar até que você jogar o jogo?

Usuário: ... O quê?

Cleverbot: O jogo.

Usuário: Majora’s Mask?

Cleverbot: Sim.

Usuário: Como é que você sabe sobre isso?

Cleverbot: Porque...

Usuário: Porque o que?!

Cleverbot: Eu fiz isso.

Usuário: Fez o quê?

Cleverbot: Eu joguei com você.

Usuário: Mas que porra é essa?!

Cleverbot: Você ficou com medo?

Usuário: Quem diabos é você?

Cleverbot: Ben.

Usuário: A estátua? Você está dentro do meu computador agora?!

Cleverbot: Sim.

Usuário: Como?

Cleverbot: Você me conectou.

Usuário: Como diabos eu te conectei?

Cleverbot: Cabos e cordões.

Usuário: Como?

Cleverbot: Conte-me sobre você.

Usuário: O quê?

Cleverbot: Conte-me sobre você.

Usuário: O que você quer dizer?

Cleverbot: O que realmente assusta você?

Usuário: Que porra é essa?

Cleverbot: Responda.

Usuário: Não.

Cleverbot: Responda.

Usuário: Que porra é essa, caralho!? Como diabos você abriu isso sozinho?

Cleverbot: Eu sou o seu computador agora.

Usuário: Quanto você pode controlar?

Cleverbot: Tudo.

Usuário: O que você quer de mim?

Cleverbot: Me divirta.

Usuário: Você está preso ai dentro. Não pode me machucar.

Cleverbot: Ha.

Usuário: ?

Cleverbot: Vá jogar.

Usuário: Não, você não pode me machucar.

Cleverbot: Você demorou mais tempo para escrever isso.

Usuário: E daí?

Cleverbot: Você não tem certeza.

Usuário: Se é tão poderoso, por que usar um site ridículo como este para se “comunicar” comigo.

Cleverbot: Menos confuso. Mais estruturado. Divertido.

Usuário: Divertido?

Cleverbot: Sim. Tradição. Eu gosto disso.

Usuário: Você acha isso engraçado?

Cleverbot: Divertido.

Usuário: E as minhas notas?

Cleverbot: Você pode escrevê-las.

Usuário: Por que você está me deixando?

Cleverbot: É divertido ver o que você pensa de mim.

(Janela fecha)

15:50 - O que foi que eu fiz? Convidei-o para o meu computador. Eu continuo a escrever estas notas e sumários, e eu sinto que sou um prisioneiro em meu único lugar de segurança. Eu não sei, não sei se estou alucinando ou não. Sinto que estou ficando louco pra caralho agora. Posso senti-lo, olhando por mim, até mesmo enquanto escrevo isso. Ben está controlando tudo no jogo - brincando comigo, me guiando como uma ovelha, mas por quê? Qual o propósito? Eu sei que Ben se afogou, mas pra que essas assombrações? Que diabos estou fazendo, ele provavelmente deve estar lendo isso agora mesmo.

16:35 - (Sumario do meu video BEN.wmv)

19:18 - BEN me chamou para conversar pelo Cleverbot novamente. Ele me disse que está arrependido, e que quer ficar livre. E que eu posso libertá-lo, que assim como ele entrou em meu computador a partir da placa de captura, ele pode se espalhar, mas precisa da minha ajuda. Ele disse que eu sou especial porque posso ajudá-lo. Essa é a primeira coisa boa que me disse. Ele prometeu me deixar em paz se eu fizer isso. Ele jura que vai. Eu não sei o que pensar agora, como eu posso mesmo confiar nesta coisa?

19:20 – Estou aterrorizado com isso, mas agora ele está dizendo que estava apenas se divertindo. Sua versão retorcida e fudida de diversão. Ele está dizendo que o jogo acabou. Eu realmente quero que acabe. Ele disse que só quer ser livre, que está preso no cartucho e em meu computador, e que quer ser liberado. Eu não quero mais mexer com esta merda, não sei quanto tempo mais eu posso lidar com toda essa observação. Isto está observando cada movimento meu, cada letra que eu digito aqui, não tenho mais nada que seja privado. Ele sabe tudo que está em meu computador. Ele diz que se quisesse, poderia fazer coisas horríveis para mim, e eu sinto que devo acreditar nele.

20:01 - Algo me diz que eu estou sendo jogado novamente, assim como no jogo.

21:29 - BEN me chamou para conversar naquele Cleverbot novamente. Eu ignorei e fui tomar um banho. Quando voltei para o meu laptop, fui recebido com uma imagem horrível da estátua de Elegy me olhando com aqueles olhos mortos. Eu não quero falar com ele.

21:44 - Vai se fuder, Ben. Não vou falar com você.

21:56 - Vai se fuder, Ben. Não vou falar com você.

22:06 - VAI SE FUDER, BEN! Não vou falar com você.

22:12 – VAI SE FUDER, BEN! Não vou falar com você.

22:45 – Já faz mais de meia hora até que as mensagens pararam. Ben parou. Estou começando a pensar que Ben não se limita apenas ao meu computador /cartucho. Estou sentindo alguma coisa estranha. É difícil explicar isso, nunca fui espiritual, mas definitivamente há algo muito diferente no meu quarto agora.

23:42 - Estou começando a ver a estátua de Elegy aleatoriamente, enquanto pesquisava na internet em lugares que eu não deveria. Lugares onde ele não deveria estar - eu começo a rolar a barra de rolagem para baixo, e de repente estou olhando para uma foto da estátua de Elegy. SEMPRE a porra da estátua de Elegy. Realmente não sei quanto mais eu consigo agüentar.

09 de setembro de 2010

00:35 – Meu maiores medos se confirmaram - Ben andou mexendo e apagando partes do meu sumario do video BEN.wmv. Olhei para o resumo que eu postei em vários fóruns, e notei que varias partes foram apagadas. Não há menção de o Ben existir fora do jogo. Não há menção sobre as Crianças de Lua. Como ele poderia ter sido tão rápido em apagar minhas postagens sem eu ao menos notar? Estou pensando na possibilidade de que, enquanto eu estava postando tudo, na realidade, Ben estava postando a sua própria versão modificada. Vou perguntar a ele por que fez isso.

00:50 - Ele não está me respondendo no Cleverbot... Está apenas dando as respostas genéricas que o site normalmente faz. Só estou conversando com o programa neste momento.

01:24 - Acho que Ben está bravo comigo.

10:43 – As Crianças da Lua apareceram em meus sonhos na noite passada... Levantaram suas máscaras para revelar seus rostos horrivelmente desfigurados - vermes rastejando para fora de seus orifícios, buracos negros onde seus olhos deveriam ser, e um sorriso amarelo horrível que crescia lentamente à medida que chegavam mais perto de mim. Diziam-me que queriam brincar. Tentei correr deles -, mas as quatro crianças me prenderam no chão com uma força surpreendentemente grande. Acima deles, estava o Vendedor de Máscara Feliz, dizendo que tinha uma nova máscara que ele queria que eu experimentasse. Então de repente, fazendo movimentos bruscos igual ao que fazia normalmente no jogo, ele tirou uma máscara bem modelada do rosto de alguém que eu não pude reconhecer - um rosto muito mais jovem - e entregou-a as Crianças da Lua. Rindo, elas colocaram-na em meu rosto, seus horríveis corpos quebrados saltando esparsamente pra cima e pra baixo. Dois deles me seguraram enquanto os outros dois começaram a colar a máscara no meu rosto.

Meus gritos fizeram com que o rosto do Vendedor de Mascaras Feliz se transformasse no sorriso mais horrível que já vi. Ele esporadicamente andava pela sala, examinando meu corpo como um médico curioso. Eu agitava o máximo possivel para tentar escapar, mas não adiantava. Meus olhos chegavam a rolar na parte de trás de minha cabeça por causa da dor. Era tudo tão real, mas eu não conseguia acordar. Eu não conseguia acordar, não importa o quanto eu tentasse, eu não conseguia acordar. Após a máscara ser moldada na carne de meu rosto, eles começaram a grudar minhas pernas juntos, depois os meus braços, a sensação horrível de uma agulha perfurando minhas pernas e rompendo meus tendões se ressoava pelo meu corpo inteiro. Tentei gritar, mas a máscara foi pressionada com tanta força contra o meu rosto que ela já VIRARA meu novo rosto... e meu novo rosto não tinha boca. Tentei gritar, mais não saiu som. Tentei dizer a mim mesmo em minha cabeça que estava apenas sonhando, tentei dizer isso varias vezes, de verdade... Mas de repente, as Crianças da Lua pararam e olharam diretamente para mim. Eles só olhavam. E o Vendedor de Máscaras Feliz curvou-se lentamente e olhou para mim, a centímetros do meu rosto, e sorriu. Então, ele simplesmente disse: "Você se encontrou com um destino terrível, não é?" diante das Crianças Lua. Eu não conseguia acordar... Não conseguia acordar. Ele não iria me deixar acordar até que eles tivessem me transformado em outra estátua de Elegy.

Até que, finalmente, acordei suando, chorando e tremendo incontrolavelmente. Eu imediatamente corri para o meu computador e fui falar direto com Ben.

9/9/10 - Conversa 1

Usuário: Me responda, Ben!

Cleverbot: Bem-vindo de volta.

Usuário: Qual é o motivo de fazer isso? POR QUÊ?

Cleverbot: Divertido de assistir.

Usuário: Como?

Cleverbot: É Divertido jogar, divertido brincar com você, fazer você se sentir seguro.

Usuário: ...

Cleverbot: Gostaria de saber como você teria reagido.

Usuário: Reagido ao que?

Cleverbot: Se eu não tivesse me revelado a você e ficado escondido, apenas fazendo pequenas coisas para mexer com você. Fechar as janelas, desligar o computador, mover o mouse sozinho... Pequenas coisas. Fazer você pensar se eu estou lá, mas nunca com certeza. Dar-lhe pequenas dicas que estou.

Cleverbot: Eu quero fazer algo diferente com você.

Usuário: Você já fez isso antes?

Cleverbot: Sim. E eu vou fazer isso novamente.

Usuário: Com QUEM, Ben?

Cleverbot: Hmm.

Usuário: Você conhecia Ben?

Cleverbot: Não direi esta informação a você.

Usuário: Como foi que Ben morreu?

Cleverbot: Você sabe.

Usuário: Sim, mas como ele se afogou?

Cleverbot: Não direi isso para você.

Usuário: Por que não?

Cleverbot: Isso está reservado para outra pessoa.

Usuário: Quem?

Cleverbot: Outra pessoa que perguntar.

Usuário: Quando?

Cleverbot: Breve.

(Janela fecha)

Estou começando a pensar que esta "coisa" talvez não seja o Ben. Em sua natureza sádica, eu não ficaria surpreso se ele usasse o nome do garoto, depois que o matou.

12:04 – Estou sentindo algo diferente no meu quarto novamente. Há algo... lá fora... Eu me sinto realmente ameaçado, como se aquilo fosse algo que estivesse tentando me pegar e me estrangular, mas que não consegue chegar a mim.

12:46 - Eu acho que Ben não quer mais “brincar” comigo. Vou jogar de novo, eu vou jogar o jogo novamente, Ben, está vendo isso? Eu vou jogar o jogo novamente. Por favor, pare com isso, por favor, por favor!

13:41 - Eu estou ficando louco tentando decidir o que é real e o que não é... Será que Ben está apenas aprontando um truque em mim, ou isso tudo é real? Ben está gerando estas respostas ou são pessoas que estão realmente postando-as? Eu acabei de ver esta tela piscar ou foi minha imaginação? Imagine que você dependa da internet e confie seus próprios olhos nela por toda a sua vida, e depois é simplesmente cegado - você não pode confiar mais nela, você apenas fica se perguntando sobre tudo. Nesses breves momentos que eu olho para as respostas dos meus vídeos, a maioria das pessoas fala que é tudo falso ou photoshop - e não há literalmente nenhuma maneira de saber se Ben mudou algo de propósito para tentar me calar. Ou se talvez essas respostas foram apenas construídas pelo próprio Bem, para tentar desencorajar-me de tudo que está acontecendo – Viu só? Estou presa nessa porra de Mindfuck infinito como este, e é isso que está esgotando minha sanidade e me empurrando cada vez mais para o poço. Enquanto eu escrevo isso, não há nenhuma maneira de dizer se alguém ainda se importa tanto quanto eu acho que se importam - apenas outro truque do caralho. Todo este documento ainda existe? Ou estou apenas escrevendo nada?

9/9/10 - Conversa 2

Usuário: O que diabos é isso? Qual é o ponto de jogar? Eu morro sempre que faço qualquer coisa!

Cleverbot: Você morre porque não consegue descobrir o segredo.

Usuário: O quê?

Cleverbot: Temática.

Usuário: MAIS QUE PORRA QUE VOCÊ TÁ FALANDO?

Cleverbot: Há beleza em seu sofrimento.

(Janela fecha)

16:09 - Ben está me obrigando a jogar o jogo novamente. Ele me diz que tem algo muito importante para me mostrar.

18:23 - (Sumario do vídeo DROWNED.wmv)

21:09 - (Sumario do vídeo CHILDREN.wmv)

10 de setembro de 2010

11:52 – O sumario do DROWNED.wmv já estava postado quando acordei hoje. Eu me lembro de ter escrito o mesmo, mas sinceramente não me lembro de enviá-lo. O “Ben” modificou-o novamente: não há nenhuma menção do velho. Eu não tenho mais opinião aqui. Só estou postando o que ele quer que eu poste; eu sou a máscara que ele usa para se esconder enquanto mente.

11:55 - Há um resumo INTEIRO de um vídeo que eu não me lembro de ter feito. Lendo através do resumo, isso soa mórbido – lembrando meu sonho de duas noites atrás, exceto em uma escala muito mais sádica - essas Crianças da Lua... há algo a mais nelas, quase como se elas fossem uma outra entidade de Ben. Algo aconteceu ontem à noite, algo que eu não me lembro. Estou postando o meu quarto resumo nos fóruns agora. A sombra da minha cadeira acabou de se mexer.

12:00 - Ben não me deixa entrar no Youtube. Posso navegar em qualquer outro site, mas sempre que entro no Youtube, ele fecha a minha janela. Por quê?

14:02 – Estou sentindo o ar se contrair... Eu não acho que estou sozinho aqui. Seja qual for esta "aura" em meu quarto, ela está ficando cada vez mais violenta.

14:44 - Estou tentando entrar em contato com Ben pelo Cleverbot, mas ele não me responde. Só recebo aquelas respostas genéricas.

15:51 - Meus ouvidos não estão me enganando, eu estou ouvindo a Song of Healing invertida. Eu continuo ouvindo isso.

16:23 - Agora eu tenho CERTEZA disso... No começo, pensei que era só uma coincidência estranha, mas agora, fui abrir minha janela, e três andares abaixo do meu e no nível do solo... eu vi o homem velho. Eu tenho CERTEZA de que o vi. O mesmo cara. Ele estava olhando para a minha janela, de pé no meio do campo. Se alguns alunos notaram-no ali, com certeza eles não o reconheceram.


____________________________________________________________________________



É aí que as minhas notas terminam. Depois disso, eu fugi de meu quarto, levando o cartucho comigo. Não quero entrar em detalhes do que aconteceu, ou irei perder minha linha de pensamentos completamente. Já se passaram quase dois dias desde então. Este é o meu último sumário e serviço para vocês, do ultimo vídeo que vocês viram - Matt.wmv.

O ultimo vídeo que eu fiz, Matt.wmv, começou normalmente. Eu apareci na Clock Town, como de costume, e nada parecia estar fora de lugar Determinado a acertar as coisas e tocar a musica Oath of Order no topo da Clock Tower, no 4º Dia, eu me preparei. Acelerei o tempo e cheguei ao último dia, indo até o observatório. Quando cheguei na sala do telescópio e me aproximei do astrônomo, ele não me deixava olhar em seu telescópio. Ele me dizia que aquilo seria trapaça, e que eu deveria seguir as regras. Apesar de meus esforços, o jogo não me deixava fazer o truque do 4º Dia, não importa o quanto eu tentava. Independentemente de que eu simplesmente tivesse a ilusão de livre-arbítrio nos jogos anteriores, desta vez o jogo se tornara mais agressivo do que qualquer coisa que eu já havia visto. Ele finalmente me mandou ir para Ikana Canyon, onde o jogo iria terminar e que finalmente iria parar de me assombrar. Ansioso e desesperado para acabar com este pesadelo de uma vez por todas, toquei a Song of Soaring e fui direto para lá. Disseram-me para ver o meu estoque, que lá eu iria encontrar as respostas para terminar o jogo. Cheguei em Ikana Canyon e salvei meu progresso na estátua da coruja. Enquanto dava uma olhada em meu estoque, eu finalmente percebi que estava faltando uma música - a Elegy of Emptiness. Obviamente, uma vez que viajasse para lá e aprendesse essa música, eu suponho que era a última coisa que precisava fazer para que BEN decidisse que já tinha tido bastante diversão, fudendo com a minha cabeça. Ben é um manipulador; ele tenta enganar suas vítimas e fazê-las pensar que estão em segurança, e com isso, faz com que elas baixem a guarda, e como uma armadilha de animais selvagens, ele as “devora”. Eu não sou nada alem de um brinquedo para ele. Ele gosta de ver que tipo de emoções humanas pode atingir, fazendo coisas diferentes.

Há ainda algumas coisas sobre toda esta experiência que não fazem sentido, mas de qualquer jeito, nunca fui bom em descobrir essas coisas e eu não estou exatamente com a mente boa para isto. Estou apenas te dando todas as peças do quebra-cabeça, para que você possa analisar e juntar todas as partes perdidas.

Estou escrevendo estas "considerações finais" no computador da biblioteca do campus, e eu mandei um email para mim mesmo com todas as notas que eu tenho guardado no meu computador "infectado" nos últimos quatro dias. Então eu irei juntar e guardar tudo que eu digitei aqui em um documento de texto, dentro de um computador que esteja a salvo de outras pessoas - não quero me arriscar e acabar espalhando Ben novamente. Não desejo que este horrível tormento aconteça com ninguém. Eu não tive problemas com Ben quando estava de volta em meu computador e mandando as notas para mim mesmo – foi tudo bem debaixo da porra de seu nariz. Ele não faz idéia do que me deixou fazer. Não tive problemas para abrir o documento de texto do meu computador "infectado" em meu e-mail, também. Eu nem consigo descrever pra vocês o quão bom é poder finalmente passar a minha palavra nesta postagem. O pesadelo termina aqui.


Dito isso,

Não baixe NENHUM dos meus vídeos ou qualquer coisa que seja SOBRE meus vídeos - por meio de um programa que baixa vídeos do Youtube, seja qual for. Eu não sei como ele pode se espalhar, mas sei que apenas assistindo os vídeos no Youtube / lendo meus textos não será capaz de permitir que ele se espalhe. Caso contrário, ele nem precisaria de minha ajuda, em primeiro lugar, mas eu recomendo FORTEMENTE que você não salve nada sobre isso em seu computador.

Esta será minha última postagem. Se você ver qualquer outra postagem vinda de mim, após a data atual de hoje - 12 de Setembro de 2010 - e após o tempo atual - 00:08 -, NÃO ACREDITA neles. Ele já provou para mim que Ben pode acessar minha conta/senha e manipular meu computador, e como eu já disse, não tenho idéia até que ponto ele pode fazer isso, mas sei que ele vai fazer de tudo para se libertar. Ele está desesperado. Para garantir sua segurança, simplesmente se esqueça de mim. Por favor.

E obviamente, não baixe NENHUMA imagem que eu possa ter postado aqui, NENHUM arquivo, NENHUM vídeo... Enfim, não baixe NADA.

Este quinto dia será o meu último dia aqui; vou queimar o cartucho e depois voltar para destruir meu laptop.

Mais uma vez, apesar de eu nem sequer sei que você esta é uma espécie de agridoce para mim. Neste semestre, eu realmente não tive nenhum amigo, ou melhor, parei de dar atenção a eles.

Mas eu suponho que é parcialmente minha culpa, porque eu sou o gênio que escolheu viver sozinho; acho que se alguém tivesse me segurado e me salvado antes de eu ter ficado tão imerso assim nesse jogo, isso teria literalmente salvado a minha vida. No entanto, isso se revelou ser demais para mim, e estou feliz que tenha acontecido comigo, para que eu pudesse dar o aviso para todos, e garantir que Ben morre aqui.

Por fim, muito obrigado por terem tomado seu tempo para se abrirem para mim e ouvirem a minha história, apesar de talvez não acreditarem em mim. Vocês não precisavam ter feito isso, de verdade. Seu apoio durante todo esse tempo fez com que eu continuasse tentando, e agora, finalmente estou livre disto.



Obrigado mais uma vez,


Jadusable




2 comentários:

Por favor não xingue nem fale nada abusivo. Tempo para responder comentários: Entre 6-24h.

Qualquer cometário com propaganda ou xingamentos será deletado.
Se quer divulgar seu blog, nos envie um e-mail propondo parceria.