Seguidores- Siga nosso Blog

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Preview #16- Grand Theft Auto V


Após muito tempo de espera, a Rockstar finalmente divulgou os primeiros detalhes de Grand Theft Auto V, possivelmente um dos games mais esperados de 2013 – ano que ainda conta com títulos de peso como Tomb Raider e The Last of Us.
Além de um segundo trailer no qual finalmente pudemos ver os três novos protagonistas em ação, a edição de dezembro da revista Game Informer revelou uma série de informações a respeito do próximo game da franquia.
No entanto, mesmo com essa chuva de informações repentinas, ainda existem muitas dúvidas a respeito do game. Em uma tentativa de sanar esse problema, o site IGN entrevistou Dan Houser, co-fundador da Rockstar e vice-presidente do setor criativo da companhia, para responder a novas perguntas sobre o game. Preparado?
Um GTA gigante, para agradar a todos os gostos
Como já foi informado antes, GTA V contará com o maior mapa já criado pela Rockstar (um mapa maior que os de GTA IV, GTA: San Andreas e Red Dead Redemption juntos). De acordo com Houser, o grande foco no desenvolvimento desse mundo gigantesco é poder colocar o oferecernúmero de recursos dentro dele.
Img_normal
Só com tudo isso é possível recriar a região do sul de Califórnia e todas as suas peculiaridades. Desse modo, é possível criar uma grande campanha centrada em assaltos a banco, três personagens intercambiáveis a qualquer momento e em um modo multiplayer caprichado.
Opa, multiplayer?
Apesar de não revelar detalhes a respeito dos modos multiplayer do game, Dan Houser deu algumas dicas daquilo que estará dentro (e fora) da modalidade. Em primeiro lugar, quem imaginou a possibilidade de um modo cooperativo dentro da campanha principal, com diferentes jogadores controlando os três personagens, pode esquecer esse sonho.
Img_normalPara Dan Houser, seria impossível manter o nível de precisão desejado pela companhia em um modo desses, mesmo criando um grande jogo cooperativo. Para sanar essa vontade, no entanto, existirão alguns modos cooperativos “bastante divertidos”, na opinião do produtor.
Além disso, Houser comenta que em Grand Theft Auto V, será possível convencer muita gente de que modos multiplayer em um mundo aberto podem ser bastante divertidos. No entanto, a revelação dessa parte do jogo ainda irá levar um tempo para ser revelada.
Mais linear, mas ainda cheio de liberdade
Se em Liberty City os jogadores puderam ajudar Niko Bellic a tomar algumas decisões e mudar os rumos da história, o mesmo não irá acontecer em GTA V. Essa escolha foi feita porque seria muito difícil acompanhar variáveis juntamente com a história de três personagens distintos.
Além disso, o foco utilizado na campanha também torna mais difícil utilizar esse tipo de narrativa. “Niko era um assassino que poderia ou não matar seus alvos. Em uma trama centrada em assaltos a banco, é mais complicado inserir variáveis dentro da história, assim como acompanhar todas elas”, explica Houser.
Img_normal
Isso não significa, contudo, que os jogadores não terão liberdade para resolver os desafios propostos pelo game da forma como quiserem. Houser promete, por exemplo, que durante os assaltos os jogadores terão diversas maneiras de terminar as missões. Tudo depende de sua criatividade.
Por quê assaltos a banco?
De acordo com Houser, centrar a história em grandes assaltos é uma maneira de renovar o espírito de Grand Theft Auto. No caso daqueles que jogaram a versão completa do game (contendo Episodes of Liberty City e The Ballad of Gay Tony), além da história de um imigrante assassino de aluguel, foi possível seguir a história de um motoqueiro membro de uma gangue decadente e de um guarda-costas psicopata capaz de tudo para viver o melhor que a cidade poderia oferecer.
Img_normalApesar de todo esse grande espectro de experiências, Houser explica que em nenhum momento os jogadores puderam vivenciar a experiência de controlar ladrões profissionais, do tipo que sabe realizar assaltos épicos.
Além de isso parecer uma boa ideia para uma trama, os assaltos a banco também foram aprovados por conta de suas possibilidades de jogabilidade. Desse modo, a Rockstar acredita que essa é uma forma de renovar-se e de não oferecer um game cuja única evolução ocorra no aspecto tecnológico.
Rockstar, uma companhia de conteúdo
Até o momento, Grand Theft Auto V foi confirmado apenas para PlayStation 3 e Xbox 360. Isso não significa, no entanto, que o game não pode ser lançado para outras plataformas, como o PC e o Nintendo Wii U.
Img_normal
Segundo Houser, A Rockstar é uma companhia que trabalha que cria conteúdo com as tecnologias desenvolvidas por outras companhias. Desse modo, havendo pública e uma oportunidade no mercado para outras plataformas, é possível sim que haja versões para outras plataformas.
Enquanto a Rockstar ainda não anunciou seus planos de lançar GTA V em outros consoles, quem tem um PlayStation 3 ou um Xbox 360 pode esperar o game ser lançado em algum momento do segundo trimestre de 2013. Até lá, continue acessando o Baixaki Jogos para ficar por dentro de todas as novidades a seu respeito.
Fonte: IGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor não xingue nem fale nada abusivo. Tempo para responder comentários: Entre 6-24h.

Qualquer cometário com propaganda ou xingamentos será deletado.
Se quer divulgar seu blog, nos envie um e-mail propondo parceria.