Seguidores- Siga nosso Blog

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Creepypasta #54

Olá aqui é fariaairaf e vou postar mais uma creepypasta

Se Você Perdeu Algum Ente-Querido...

Existe uma maneira de trazer seus entes queridos de volta à vida. Eu sinceramente não recomendaria isso. A morte é definitiva, e engana-la sempre resulta em péssimos resultados. Mas sei que você irá querer saber de qualquer maneira, então aqui vai:

Vá ao cemitério onde seu ente querido está enterrado (isso só funciona para aqueles que foram enterrados. Provavelmente há outro método para os cremados ou algo assim, mas eu realmente não sei). Certifique-se de que você tenha levado seu objeto material de maior importância para você. A emoção deste objeto, seu sacrifício, irá fornecer todo o seu poder. Leve-o para a lapide de seu parente e enterre-o sobre seu túmulo. Você não precisa enterra-lo muito fundo, por isso não se preocupe em acabar chegando ao caixão ou algo assim. Antes de cobrir o buraco com seu objeto, não se esqueça de adicionar algumas gotas de seu sangue nele. Isso enche o ritual com a essência de sua própria vida e... chama-os de volta. 

Em seguida, vêm as etapas finais. Pegue um punhado de terra de onde você enterrou seu objeto e o engula. Nojento, mas necessário. Isso cria a ligação entre você e onde você precisa ir. Depois disso, encontre uma posição confortável pra se deitar, e durma sobre o túmulo. 

Se tudo foi feito corretamente (e você estiver com um pouco de sorte), você irá acordar e se deparar com a porta do cemitério. Ela estará quase imperceptível, nebulosa, e você irá notar uma falta de cor neste lugar monótono. Você verá também que parece ter pessoas andando pelas lápides. Exatamente quantas e quem são, dependerá do cemitério que você for, mas eu nunca ouvi falar de um local que não tenha pelo menos uma dúzia deles vagando por lá. 

Faça o que fizer, fique longe deles. Estes são aqueles que acabaram ficando presos lá devido a falhas em rituais, ou espíritos enfraquecidos retirados de seus túmulos graças ao poder de seu sangue e objeto. Mesmo que você reconheça algum deles, não chegue perto. Eles não são nada mais do que espíritos sem rumo agora e desejam uma coisa acima de tudo: a vida. Eles querem ter uma nova chance de viver e aproveitar a vida que perderam, nada mais, mesmo que a mente deles esteja tão longes que eles nem sequer consigam lembrar o porque. Se algum deles se aproximar de você, ele irá tentar roubar sua vida.

Eles podem perceber sua presença, assim como também podem não desconfiar de nada. Se eles fizerem isso, evite-os. Não deve ser muito difícil, pois os reflexos dessas criaturas não é mais o que costumavam ser. Evite-os, e procure pelo seu ente querido. Ele pode estar em sua sepultura ou vagando por alguma lapide. Você pode até encontrá-los escondidos, assustados com a cena diante deles. 

Quando você finalmente ver seu parente, pare. Não chegue perto dele ainda. Chame o nome da pessoa e espere. Se a resposta parecer genuína, tudo está indo como planejado. Se a resposta for demorada, quieta, distante, ou até mesmo não presente, então espere. Pergunte, à distância, o que era a única coisa que a pessoa odiava na vida. Quando as almas dessas pessoas avançam para o outro mundo e suas mentes se subtraem para nada, algumas das primeiras coisas a sumirem são as memórias das coisas que essa pessoa mais odiava na vida. Qualquer lembrança ruim que faz com que a vida pareça ser terrível será substituída pelo profundo desejo de retornar ao mundo dos vivos. Se a resposta do seu ente querido parecer legítima, se aproxime, pegue sua mão e reze para que você não esteja errado. Se você estiver, você pode passar o resto da existência como uma alma vazia, vagando por este cemitério nebuloso. 

Esteja ciente de sua mão ficará gelada. Extremamente gelada, como se você agarrasse gelo sólido, mas não solte. Mesmo que a sua mão começa a doer e que seus dedos fiquem pretos, não solte. Ao sentir a maravilhosa sensação da vida tocando sua mão e perdê-la momentos depois, seu amado pode não ser capaz de resistir à vontade de tirar tudo de você, como um vampiro quando sente o cheiro de sangue humano.

Leve seu amado de volta ao portão, evitando outros fantasmas enquanto corre. Mais criaturas podem perceber agora sua presença viva ligada ao reino dos mortos, por causa a conexão com seu ente querido perdido. Seja rápido, ser decisivo, e NÃO SOLTE a mão de seu parente. 

Você deve fazer isso e, ao passar pelo portão do cemitério, você irá se encontrar de volta ao mundo dos vivos. Desta vez, no entanto, seu ente querido estará do seu lado, ainda segurando sua mão.

Para o resto do mundo, vai parecer que seu parente fora em uma longa viagem para algum lugar, e que estava voltando voltar pra casa. Ninguém será capaz de se lembrar onde ele foi e o que fizera lá (bem, ninguém exceto vocês dois), mas eles ficarão felizes ao ver o retorno da pessoa. 

Após isso, eu sugiro que você nunca fique em um só lugar durante muito tempo. Continue se movendo, continue vivendo. Quanto mais aleatórios suas ações, melhor. No momento que você ou seu ente querido começarem a parecer pálidos, cansados (por menos evidentes que sejam suas marcas na pele), tomem cuidado. A Morte odeia ser enganada, e se ela alcançar seu parente, ela terá a certeza de fazer com que ele sinta cada pedacinho da doença podre que irá desenvolver em seu corpo, até que ele caia de volta ao cemitério. Desta vez, no entanto, ele não estará sozinho. Você irá se juntar a ele.

Talvez você tenha sorte. Talvez alguém possa fazer esta viagem junto com você. Eles irão segurar sua mão e arrastá-lo de volta ao mundo dos vivos... só para que o ciclo volte a se repetir.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor não xingue nem fale nada abusivo. Tempo para responder comentários: Entre 6-24h.

Qualquer cometário com propaganda ou xingamentos será deletado.
Se quer divulgar seu blog, nos envie um e-mail propondo parceria.